Macrotransição
SP • 11 3075-3034 - RJ • 21 9.9660.4661
Av. Paulista, 1.765 - 7º andar - São Paulo - SP

Supermercado Mambo confirma negociação com J&F

14/12/2011 15:49
Apesar da negociação, Mambo planeja abrir sétima loja da rede no segundo semestre de 2012
Anterior 1 de 1 Próxima
O Mambo, rede paulistana de supermercados criada em 1982 pela família Nassar e hoje composta por seis unidades, admitiu ontem que se encontra em conversações com o Banco Original, um dos negócios dos irmãos Batista na holding J&F, que detém ainda o frigorífico JBS, a empresa de cosméticos e produtos de limpeza Flora e o negócio de papel e celulose Eldorado.

"Começamos a nos falar este ano, a partir de um reencontro de amigos que hoje trabalham no grupo e, diante desta reaproximação, percebemos que poderíamos fazer negócio juntos. Estudamos o mercado e vimos que havia chance de agregar e consolidar. Ainda não chegamos a discutir valores", afirmou André Francez Nassar, diretor e um dos herdeiros do Mambo, ao Brasil Econômico.

O objetivo da família é conquistar um sócio e não exatamente um comprador. A venda integral do supermercado não faz parte dos planos dos três irmãos que operam o negócio. "Queremos nos manter à frente da gestão do Mambo", garante Nassar.

Caso o negócio seja concluído, o Mambo vai brigar para se tornar a segunda rede de supermercados de São Paulo, atrás do Pão de Açúcar. A ideia é multiplicar o número de lojas na região. Não há, até o momento, planos de transformar o Mambo em uma rede nacional.

Embora não revele números como faturamento, dinheiro em caixa e endividamento, Nassar garante que o negócio vai bem e que as vendas cresceram 29,4% nos primeiros 11 meses deste ano, após um 2010 de avanço de apenas 5%.

Esse salto foi fruto de investimentos feitos nos últimos meses em treinamento, sortimento, sonorização e decoração das lojas.

Só que para migrar da posição de uma rede média de supermercados para um negócio de grande porte, o Mambo sabe que precisará de um sócio capitalizado para bancar esta expansão.

"Ninguém tem como ser grande de verdade se não estiver de braço dado com alguma instituição", afirma Nassar.

Em comunicado divulgado na segunda-feira (12/12), a direção do Mambo afirmou que "até que se dê o desfecho, pretendemos manter reservadas as conversações". Nassar não diz se o negócio com o Banco Original pode ser efetuado ainda em 2011.

Planos para 2012

Independentemente de os irmãos Batista, do frigorífico JBS, virarem ou não sócios do Mambo, Nassar garante que, no segundo semestre de 2012, a rede de supermercados abrirá sua sétima unidade em São Paulo.

O local escolhido é o entorno do Portal do Morumbi, uma das regiões que mais se verticalizou nos últimos anos em São Paulo.

A 500 metros do local onde o Mambo pretende instalar uma loja de dois mil metros quadrados há um Pão de Açúcar em operação. "Ele fica lotado, mas com limitação de espaço. Diante desta falha da concorrência e deste bairro com grande densidade demográfica, resolvemos abrir a loja", afirma Lucas Nassar, diretor de operações do Mambo.

No momento, o projeto aguarda aprovação da prefeitura para ser iniciado. A inauguração desta loja, prevista para o segundo semestre do próximo ano, é uma grande aposta. "Ainda mais quando fazemos questão de ser 10% mais baratos que o Pão de Açúcar", diz Nassar.

A estratégia atual do Mambo é crescer em bairros verticalizados, com poder aquisitivo crescente, mas com metro quadrado não tão caro quanto Higienópolis, por exemplo.

"Jardim Anália Franco, por exemplo, é uma região interessante", explica Nassar. Ele reclama que hoje é difícil encontrar bons terrenos em São Paulo.

Para se diferenciar da concorrência, o Mambo também aposta na compra direta de frutas e legumes do Ceagesp (Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo), onde tem dois boxes que analisam a mercadoria antes de enviá-las para as lojas.

Esta estratégia, garante Nassar, leva à comercialização de produtos de melhor qualidade a um preço maior.

Fonte: Brasil Econômico - Françoise Terzian, 13.12.2011

Nome:
E-mail:
Comentário:
Digite os caracteres abaixo:
Comentário enviado com sucesso!
Aguarde a aprovação!