Macrotransição
SP • 11 3075-3034 - RJ • 21 9.9660.4661
Av. Paulista, 1.765 - 7º andar - São Paulo - SP

Na cola dos novos aeroportos, Blue Tree terá mais 3 hotéis em SP

12/12/2013 17:17
Chieko Aoki, da Blue Tree, diz que movimento de hóspedes vai crescer por causa da expansão dos terminais privados
Anterior 1 de 1 Próxima
A demanda por hospedagem gerada pelos novos concessionários de aeroportos justificam apostas em novos empreendimentos hoteleiros no interior paulista, disse ao Valor a fundadora e presidente da Blue Tree Hotels, Chieko Aoki, que anuncia nesta semana três novos projetos no Estado, nas cidades de Guarulhos e Campinas, além de uma torre em Piracicaba.

Chieko anuncia também nesta segunda-feira o primeiro hotel do grupo no Rio de Janeiro, mercado considerado fundamental pela Blue Tree para consolidar processo de expansão no país.

Em São Paulo, a Blue Tree assinou contrato com a construtora GMR para administrar três novos hotéis no estado de São Paulo que serão erguidos em Campinas, Guarulhos e Piracicaba. Os empreendimentos somam um Valor Geral de Vendas (VGV) estimado em R$ 200 milhões, que serão levantados por meio da venda de 550 apartamentos a investidores individuais.

O GMR Gradual atua no Estado de São Paulo, no mercado imobiliário residencial e comercial, somando 1,5 milhão de metros quadrados construídos. A holding atua ainda em projetos de geração de energia elétrica renovável e de reflorestamento.

Com os três novos contratos no interior paulista, a Blue Tree completa este ano 14 acordos assinados. Esses negócios integram o plano que prevê elevar dos atuais 23 hotéis para 55 os empreendimentos do grupo até 2017, gerando um VGV de R$ 2,8 bilhões em cinco anos.

“Os novos operadores privados vão ampliar a demanda nos aeroportos de Guarulhos e de Campinas”, disse Chieko. “A quantidade de passageiros vai crescer e haverá resposta em taxas de ocupação e tarifa média”, prevê a executiva.

Em Guarulhos, o GRU Airport, concessionário do empreendimento, vai investir R$ 2,6 bilhões até 2016 para elevar a capacidade nominal dos terminais dos atuais 25 milhões de passageiros por ano para 45 milhões. E até o fim da concessão, o aeroporto terá estrutura para receber 60 milhões de passageiros anuais.

Em Campinas, a Aeroportos Brasil planeja gastar R$ 9,5 bilhões ao longo dos 30 anos de concessão, para receber até 80 milhões de passageiros por ano – o que será o maior aeroporto da América Latina. “Estamos voltando a Campinas e estreando em Guarulhos, além de Piracicaba, para atender uma demanda que vem crescendo porque vimos que temos clientes nossos que estão indo cada vez mais a esses lugares”, disse a empresária.

Segundo o Anuário Investimentos no Brasil: Hotéis & Resorts, feito pela BSH Travel Research, o Brasil receberá 422 novos empreendimentos hoteleiros entre o início de 2013 e o fim de 2016, com investimentos que somam R$ 12,2 bilhões. A rede Accor lidera essa lista de novos empreendimentos, com a previsão de 101 novos hotéis em todo o Brasil, que devem somar 16 mil quartos a mais.

A Blue Tree quer diminuir essa diferença. E esse caminho passa, diz Chieko, pelo mercado hoteleiro mais disputado do país, o do Rio de Janeiro. O grupo anuncia hoje o primeiro hotel na capital carioca, com abertura programada para 2015. “Ter um grande hotel no Rio de Janeiro era uma meta importante para toda a nossa empresa”, disse a presidente da Blue Tree Hotels, Chieko Aoki.

Os hotéis geridos pela Blue Tree somam hoje 23 unidades em 18 cidades, que geraram em 2012 receita bruta de R$ 325,5 milhões, 27,5% mais que em 2011. O plano é aumentar a receita este ano em 30%.

O empreendimento, que será o primeiro hotel design do grupo, vai ser construído pela Calper no Recreio dos Bandeirantes. O Blue Tree Design ficará de frente para o mar. O hotel, de fachada ondulada que lembra os traços desenhados nas calçadas de Copacabana, terá 279 apartamentos, distribuídos em nove pavimentos.

O plano da presidente do Blue Tree é atrair as demandas do segmento corporativo, principal público alvo da bandeira.

Fonte: Valor Econômico, João José Oliveira, 09.12.2013

Nome:
E-mail:
Comentário:
Digite os caracteres abaixo:
Comentário enviado com sucesso!
Aguarde a aprovação!