Macrotransição
SP • 11 3075-3034 - RJ • 21 9.9660.4661
Av. Paulista, 1.765 - 7º andar - São Paulo - SP

Abilio Diniz: Sofri muito por estar numa empresa familiar

17/11/2011 23:20
Depois de diversas décadas à frente de uma das companhias mais atuantes do mercado brasileiro, Abilio Diniz conseguiu concretizar com sucesso a profissionalização da gestão em seu negócio. A trajetória que levou a essa conquista, no entanto, foi bastante dolorosa, como ele mesmo revelou em sua apresentação na HSM ExpoManagement 2011.

“Sofri muito por estar numa empresa familiar. Esse modelo é muito desgastante, porque existe uma grande mistura entre o que é negócio e o que é família. Se você não tomar cuidado, os dois podem ser destruídos nesse processo”, disse o empresário que enfrentou uma disputa com a família pelas ações do grupo entre os anos 80 e 90.

Diniz revelou que os conflitos familiares ocorreram na época mais difícil de sua vida. “Tive uma briga violenta de família, o Pão de Açúcar estava praticamente quebrado e ainda fui vítima de um seqüestro”.

Para Diniz, no entanto, a relação entre negócios entre familiares não precisa necessariamente ser sinônimo de problema. Ele aponta o Grupo Votorantim como exemplo de que é possível ter uma relação saudável dentro de uma estrutura de negócio familiar.

A fórmula para o sucesso estaria na adoção de regras bem claras para evitar que os conflitos familiares contaminem o ambiente corporativo. “Para que uma empresa familiar de certo, é preciso adotar uma governança corporativa tão rigorosa quanto numa empresa de capital aberto”, sugeriu o empresário.

Abilio Diniz contou que superou os problemas familiares no Grupo Pão de Açúcar profissionalizando a gestão do negócio. “Em determinado momento, foi decidido que nenhum Diniz continuaria como executivo da empresa. Foram cinco anos duríssimos, de quase perder a vontade de trabalhar pela manhã. Apesar de tudo, valeu a pena, porque hoje a empresa caminha de maneira totalmente independente.”

O empresário também falou de seu modelo de liderança 360 graus e a relação da empresa com a prática esportiva. “O esporte está no DNA do Grupo Pão de Açúcar. Somos todos esportistas e alguns de nossos valores, como disciplina, humildade, determinação e garra, também estão intimamente ligados à atividade esportiva”, disse ele.

Os patrocínios esportivos mantidos pelo Grupo também são um componente importante das práticas da companhia. Abilio Diniz não soube responder, no entanto, se pretende ampliar o volume de recursos destinados aos atletas em virtude da realização das Olimpíadas no Brasil.

Diniz também falou sobre a criação do Núcleo de Alto Rendimento Esportivo, que deve ser inaugurado pelo Grupo Pão de Açúcar nos próximos dias.

“Trata-se de um centro de altíssima tecnologia que, tenho certeza, vai ajudar muito de nossos atletas. É parte importante de nossa contribuição para o país que vai receber as Olimpíadas em 2016.”, conclui o executivo.

Fonte: Portal HSM, 08.11.2011

Nome:
E-mail:
Comentário:
Digite os caracteres abaixo:
Comentário enviado com sucesso!
Aguarde a aprovação!