Macrotransição
SP • 11 3075-3034 - RJ • 21 9.9660.4661
Av. Paulista, 1.765 - 7º andar - São Paulo - SP

Os herdeiros e o Negócio da Família

19/11/2015 16:16

Preparar herdeiros de uma família empresária, é algo fundamental. E transferir o comando do negócio da família para a próxima geração é um dos momentos mais complexos, nessa trajetória.

Muitos negócios familiares não resistem às consequências da má condução desse processo, e simplesmente desaparecem. Pesquisas demonstram que, aproximadamente 70% dos negócios familiares em todo o mundo, não conseguem ultrapassar a passagem para a terceira geração. Mas alguns aspectos podem reduzir significativamente os perigos que rondam a vitalidade dos negócios familiares.

Os membros de famílias empresárias devem entender os vários papéis que desempenham na família e no negócio: alguns desses familiares trabalham na administração/gestão do negócio; alguns são sócios do negócio (e portanto participam da análise e tomada de decisões societárias) e outros são membros da família empresária.

Dessa forma, o organograma organizacional não deve ser entendido apenas como um desenho; é um poderoso instrumento de comunicação das relações hierárquicas da empresa. Não deve ficar guardado em uma gaveta, mas comunicado à toda a estrutura. Especificamente para o desenvolvimento profissional dos herdeiros que trabalham na gestão do negócio da família, esta informação é um grande apoio.

No mundo ideal, a cartilha dos negócios familiares, no que diz respeito a este tema, indica que herdeiros devem iniciar sua carreira profissional, fora do negócio da família. Mas na prática, 98% dos herdeiros frequentam a empresa da família, desde tenra idade: participam das comemorações, conhecem intimamente os funcionários mais antigos etc.

A recomendação do mundo real, portanto, é que seja realizado um planejamento mínimo e que não sejam estigmatizados os herdeiros que tenham o desejo de seguir uma carreira que não inclua – ao menos a curto e médio prazo – trabalhar na empresa da família. Neste caso, o herdeiro deverá ser formado para que participe do grupo de futuros sócios do negócio para o que, deverá ter conhecimentos mínimos da estratégia e do desempenho do negócio.

Os herdeiros que desejarem que sua carreira aconteça totalmente dentro do negócio da família, deverão ser incentivados a ter uma formação contínua do seu perfil profissional e de suas competências técnicas.

Os dirigentes dos negócios familiares devem lembrar que é muito ruim para o negócio, uma transição que ocorra quando menos se espera, por acontecimentos fortuitos da vida.

Um processo de sucessão bem planejado, é a ferramenta que garantirá o futuro do negócio. Ao mesmo tempo que garante a continuidade do controle do negócio, do ponto de vista da gestão, apoiará a formação de novas lideranças na empresa.

Portanto, a hora para que gestores familiares iniciem o planejamento de um futuro processo de sucessão, é agora!

Nome:
E-mail:
Comentário:
Digite os caracteres abaixo:
Comentário enviado com sucesso!
Aguarde a aprovação!