Macrotransição
SP • 11 3075-3034 - RJ • 21 9.9660.4661
Av. Paulista, 1.765 - 7º andar - São Paulo - SP

Empresas Familiares: futuro brilhante

14/05/2014 11:42

A maior parte das empresas familiares atinge grande sucesso em todo o mundo.  Esse cenário não é diferente no Brasil.

Conflitos fazem parte intrinseca do negócio e sua resolução deve ser entendida como um processo de crescimento para a delicada relação entre os membros das famílias empresárias.

Algumas das fontes desses conflitos podem receber tratamento precoce, para que não venham a se originar processos mais complexos dentro dos negócios familiares.

O crescimento da empresa depende do fundador
Quase sempre, o crescimento e a importância da empresa da família depende da capacidade de gestão do fundador ou, na falta deste, do dirigente familiar.  Se este for extremamente conservador, o negócio terá uma velocidade baixa de crescimento, apesar de financeiramente sólido.  Se visionário, aceitando uma taxa mais elevada de risco, o negócio crescerá rapidamente, mas a possibilidade de que ocorram erros, poderá aumentar.

Clientes privilegiados
Em muitos casos, o negócio da família elege clientes que passam a desfrutar de certos privilégios  como descontos especiais ou adicionais. Para eles, as políticas de concessão de crédito são muito mais flexíveis  com condições preferenciais. Essa situação faz com que a empresa passe a correr riscos desnecessários e são gatilhos para o aparecimento de conflitos desnecessários na gestão da empresa e na família empresária.

Remuneração de familiares que trabalham na empresa da família
Um erro comum verificado nestes anos de contato com centenas de empresas familiares, ocorre quando membros da família empresária passam a fazer parte da estrutura da empresa, sejam necessários – ou não –  à gestão, geralmente com altos salários. Com o tempo, se não forem tomadas medidas de revisão dessa situação, a empresa torna-se uma  “panela de pressão” para a família empresária e perde eficiência frente ao mercado, atributo que a levou a ser um negócio rentável e em expansão. Deve-se sempre pensar na aplicação dos princípios da meritocracia, para atendimento às expectativas dos familiares-gestores.

Falta de espaço para crescimento profissional
A gestão de muitos negócios familiares comete uma falha, colocando nas mãos de membros da família empresária, as áreas e os processos mais importantes.  Não consideram a possibilidade da existência de competências importantes, em funcionários não-familiares.  Essa atitude pode fazer com que o escopo do negócio torne-se limitado e que profissionais com perfil mais alto prefiram não trabalhar em estruturas dessa natureza. A empresa passa a não ter a capacidade de atrair e reter talentos o que, hoje em dia, não é um aspecto positivo para qualquer negócio.

Paternalismo
O fundador, na grande maioria dos negócios familiares, está sempre presente no dia-a-dia, em contato com toda a estrutura, funcionários e principais clientes. Para os funcionários, torna-se   quase que uma figura paternal. Muitas vezes sente a obrigação de resolver os principais  problemas de funcionários – sejam de natureza profissional ou pessoal – gerando a possibilidade do aparecimento de conflitos desnecessários na estrutura da empresa, bem como falta de profissionalismo em alguns desses trabalhadores.

Profissionalização do negócio
Para atender à expectativa do fundador, que seu negócio transcenda várias gerações da família,  terá que decidir e colocar em prática sua profissionalização, no sentido de desenvolver uma equipe de alta performance na gestão da empresa, formada por profissionais altamente qualificados, processos eficientes e eficazes e um nível avançado de governança.

Deve-se reconhecer que são diversos e complexos, os desafios do líder da empresa familiar.

O mais importante é a definição de uma visão compartilhada que permita unificar , da melhor maneira, a perspectiva da família com a empresa e os membros da equipe de gestão.

Nome:
E-mail:
Comentário:
Digite os caracteres abaixo:
Comentário enviado com sucesso!
Aguarde a aprovação!