Macrotransição
SP • 11 3075-3034 - RJ • 21 9.9660.4661
Av. Paulista, 1.765 - 7º andar - São Paulo - SP

As gerações Y e Z nas Empresas Familiares

21/01/2013 15:49
Os membros das novas gerações das famílias empresárias são os herdeiros e serão responsáveis pelo desenvolvimento dos negócios da família, nas próximas décadas.

Todos já possuem direito sobre o patrimônio da família.

Aqueles com idade a partir dos dezoito anos podem ser analisados em um contexto particularmente importante, para a perenidade dos negócios familiares.

Em termos de classificação geracional, são integrantes das chamadas gerações “Y”, “Z” e outras que estão sendo estudadas detidamente, por especialistas.

Existe o grupo dos que ainda não despertaram suas consciências para a importância, e o tamanho, do desafio que lhes está reservado. Justiça seja feita, o grupo daqueles que estão trabalhando com competência para conquistar esses desafios, é bem expressivo.

As características pessoais dos herdeiros importam, nesse contexto, para o posicionamento que precisarão tomar nos próximos anos, frente aos negócios familiares.

Também são importantes, entre outros aspectos:

- as características e a qualidade do desenvolvimento das relações familiares;

- o caminho profissional escolhido;

- a taxa de inteligência emocional;

- a taxa de imersão do projeto da família, no seu projeto de vida.

Certo é que a família empresária, pensando no futuro terá, na prática, que concentrar esforços na formação desses jovens, visando a perenização do patrimônio para as próximas gerações (*)

Devem ser apoiados para que tenham condições de optar por assumir, futuramente, um destes papéis, frente aos negócios familiares:

- sócio

- gestor

- membro dos órgãos de governança da empresa, da família

- empreendedor

…ou uma combinação dessas opções.

Há famílias empresárias que reservam um percentual do resultado anual dos negócios, para investimento na formação complementar dos herdeiros. Outras aplicam parte do resultado para incentivar o espírito empreendedor daqueles herdeiros que possuem/planejam projetos de negócios viáveis.



Uma palavra final aos herdeiros:  pensando nos próximos anos de suas vidas, apliquem sua energia, vontade e competência, em sua formação para assumir uma das opções citadas acima.

Pode não ser o seu caso, mas você deve conhecer o caso de herdeiros que passam anos reclamando de sua posição na família, no negócio. Uma década depois se apercebem que deveriam ter investido esse tempo, e essa energia, em seu posicionamento e desenvolvimento frente ao negócio da família.

Nesta época do ano, propícia à reflexão, incluam este item na formulação de seus planos para o novo período.

Tenha um ótimo 2013 !





(*)  Para tornar palpável o tamanho do desafio, imagine uma empresa familiar que hoje possui três sócios (irmãos), cada um com seus núcleos familiares formados por quatro pessoas (marido, esposa e dois filhos com idades entre quinze e dezessete anos).

Em algum tempo estarão mais próximos dos negócios familiares, outros seis sócios, membros da nova geração. Esses seis jovens irão se casar. Seus maridos e esposas também estarão  “em torno”  do patrimônio da família, tendo poder de influência sobre as atitudes desses jovens.

Em quinze anos a sociedade passará a ser influenciada (em determinados casos, passará a ser comandada) por quinze sócios !

Nome:
E-mail:
Comentário:
Digite os caracteres abaixo:
Comentário enviado com sucesso!
Aguarde a aprovação!